É Verdade

É verdade que não fui sincero sempre.
É verdade que nem sempre serei.
É verdade que enganei a mim;
É verdade que na vida errei.

É verdade que não aproveitei a vida.
É verdade que não há mais tempo.
É verdade que não é o momento;
Vou pra rua e sinto o vento…

© 4 de Março de 2010/1 de Junho de 2011 por Klaus die Weizerbüken (a cópia não-autorizada deste poema pode resultar em pena de morte)

Anúncios

~ por Klaus die Weizerbüken em 02/08/2011.

Uma resposta to “É Verdade”

  1. É verdade que você é sincero.
    É verdade que sempre será.
    É verdade que deixou de se enganar;
    É verdade que todos erramos.

    É verdade que aproveitará a vida.
    É verdade que ainda há muito tempo.
    É verdade que o momento chegou,
    Vamos pra rua e sentimos que tudo passou.. (só dois pontinhos)

    ;)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: