Nasce um novo sistema de debates intrínsecos

Olá, caros visitantes. Com o intuito de disseminar a boa informação, propagar a conduta inegável do conhecimento e atingir metas previamente propostas, escrevo agora num blogue. O que dizer, senão todo meu contentamento agora explícito ? Como todos sabem, é com grande regozijo que escrevo estas linhas, tentando proporcionar-lhes uma abertura amena para novas visões, pontos de vista alheios, vontades pessoais expressas por meras palavras humanas. Ainda que forças terríveis me forcem do contrário, utilizar-me-ei de toda a argúcia disponível para melhor antená-los às novas tendências globais. Sem mais pelo instante presente, desejo-lhes boas leituras visionárias, a fim de acrescentar algo mais às suas mentes sésseis que atualmente assolam a humanidade.

© Maio de 2009 por Klaus die Weizerbüken (a cópia não-autorizada deste texto pode resultar em pena de morte)

Anúncios

~ por Klaus die Weizerbüken em 26/05/2009.

4 Respostas to “Nasce um novo sistema de debates intrínsecos”

  1. Muuuuito bom o blog! Filosofias muito mais complexas que as minhas! :P

    Parabéns, parabéns!

    /o/

    P.s.: a-m-e-e-i, sz’

    • Obrigado, minha cara. É com imensa satisfação que aprovo este comentário, que é o primeiro de muitos vindouros.

  2. , ..aki esta uma poesia, mas eu não sou poeta, pois poeta pensa muito, e eu só penso em você!

    Ela é tão simples quanto a poesia
    Tão fácil de amar, sem ser compreendida
    Um mundo de intenções em cada olhar
    …E, sinceramente, eu não sei decifrar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: